Como fazer da paixão pelo café, sua profissão?

Como fazer da paixão pelo café, sua profissão?

Já pensou transformar sua paixão pelo café em sua nova profissão? Isso é possível se você fizer um curso de barista, tornando-se assim em um especialista na bebida.

Diante de um amplo mercado, impulsionado pela variedade de café gourmet, fazer um curso de barista é uma excelente alternativa para os apaixonados por este néctar extraído dos grãos.

Para isso é importante avaliar, entre os inúmeros cursos oferecidos no Brasil, aquele que oferece treinamentos e certificado, que o tornam apto a atuar em qualquer lugar do mundo.

Com base nisso, listamos neste artigo algumas características que este profissional deve ter, como também algumas informações relevantes sobre o mercado de trabalho dessa área.

Confira!

O que é e como surgiu a profissão de barista?

O surgimento da profissão de barista aconteceu na Europa e recebeu esse nome porque tem origem da palavra italiana “baristi”, que pode ser traduzida como “atendente de bar”.

Tendo em vista que, assim como no Brasil, o café também é uma paixão nacional na Itália, não demorou para que a profissão de barista se consolidasse naquele país.

A popularização desse termo alcançou todo o mundo e com sua sensibilidade e esmero, esses profissionais são responsáveis por preparar café gourmet, café com leite e até bebidas alcoólicas especiais.

Enfim, para conseguir sucesso como barista, a pessoa deve ter um amplo conhecimento sobre as diferentes fases do grão, como:

  • Plantação das mudas;
  • Processo de torrefação;
  • Moagem;
  • Manipulação do produto;
  • Conhecer profundamente a história do café.

Vale ressaltar que o Ministério do Trabalho é o órgão brasileiro que reconhece o exercício dessa profissão no país e assim como o café, o dia nacional do barista é comemorado no dia 24 de maio.

Veja algumas dicas para se tornar um barista de sucesso

Além de ter um vasto conhecimento sobre tudo que envolve o universo do café, um barista para conseguir destaque nesse segmento tão competitivo, precisa seguir algumas dicas, como:

1 Investir em qualificação profissional

Para se tornar um expert em café gourmet e demais variedades dessa bebida extremamente versátil, o barista deve ser apaixonado pelo que faz e, claro, investir em qualificação.

Por meio de cursos, como os oferecidos pela academia do café, o aluno irá aprender não apenas as técnicas mais avançadas de preparo, como também os segredos da bebida.

2 Possuir um paladar aprimorado

Antes de mais nada, o profissional deve ter um paladar aprimorado, uma vez que esta característica é fundamental para que as nuances e peculiaridades dos grãos sejam identificadas.

Por esse motivo, tão importante quanto gostar de café filtrado e dominar novas técnicas de preparo, é ter um bom paladar.

3 Oferecer um café perfeito ao cliente

Sem dúvidas, um dos fatores determinantes para o sucesso de um barista, é oferecer ao cliente uma bebida com qualidade impecável.

Demonstrando assim sua preocupação em reconhecer os desejos dos seus consumidores.

Para que isso seja possível, o profissional deve estar em constante busca por novas tendências e receitas diferenciadas.

4 Ter boa destreza com os equipamentos

O preparo do café pode ser executado com a ajuda de diferentes aparelhos, como prensa francesa, máquina de expresso e vaporizador.

Por isso, o profissional deve saber manuseá-los com competência e cuidado, evitando assim possíveis incidentes.

5 Ser apaixonado por café

Certamente, gostar de café é uma qualidade imprescindível para um barista renomado, já que para preparar uma bebida com excelência, pode ser necessário provar o líquido várias vezes.

Curso de barista: o que você vai aprender?

Agora que você já sabe da importância da qualificação para atuar como barista, veja alguns dos temas que terá acesso durante o curso:

  • Origem e história do café no Brasil;
  • Noções sobre os tipos e ciclos de vida do grão;
  • Utilização e manutenção das máquinas de café;
  • Limpeza e organização da área de trabalho;
  • Cuidados com o estoque e armazenamento de matérias-primas;
  • Preparação do café e atendimento ao consumidor;
  • Técnicas de vaporização do leite.

Porém, se o desejo do barista for além e o mesmo quiser tornar-se um empreendedor, com a abertura de uma cafeteria, por exemplo, deverá realizar cursos específicos, que abordarão temas como:

  • Gestão de cafeteria;
  • Criação da carta de café;
  • Escolha de ingredientes e fornecedores;
  • Promover o consumo da bebida nos pontos de venda;
  • Produção de café gourmet nas normas de padrão internacional, entre outros.

Qual a média salarial de um barista?

Por maior que seja a paixão pela profissão, é importante ter informações sobre a média salarial desse segmento, pois, a remuneração recebida, além de atender suas necessidades básicas.

Vai permitir que faça novos investimentos em especialização, ou até mesmo expandir seus negócios.

Embora o salário sofra variações de acordo com a região em que o barista atue, como também o nível de experiência e a realização de cursos.

A remuneração pode ser de R$1.340 reais a R$3 mil reais mensais, mas é claro que esse valor pode ser ainda maior.

Conclusão

O consumo de café alcançou um novo patamar, visto que as pessoas estão sempre buscando novas variações da bebida.

Como os capuccinos e as bebidas alcoólicas com um toque de café, que têm atraído um público cada vez maior.

Mas para que suas receitas deem certo, além de usar aparelhos adequados e dominar as técnicas de preparo, é essencial utilizar grãos selecionados e produtos de qualidade.

Marcos K

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + dezenove =