Como reformar sua casa gastando pouco

Tinta da parede descascando, espaço pouco aproveitado, problemas graves como vazamentos e elétrica comprometida, azulejos quebrados, mau gerenciamento de resíduos, entre outros são problemas comuns que existem dentro de uma casa e podem dar uma enorme dor de cabeça ao proprietário. 

Mas, mesmo sendo um grande sonho fazer uma reforma na sua casa, esse objetivo nem sempre é realizado por conta da falta de orçamento. A combinação de material e mão de obra costumam acarretar um custo elevado que nem todas as pessoas conseguem cobrir. 

Porém acredite, reformar e deixar sua casa praticamente “nova” pode não custar tão caro quanto você imagina. No texto de hoje, vamos mostrar algumas dicas e metodologias para reformar sua casa gastando pouco, bora conferir? Então vamos lá!

Defina prioridades

Sempre que vamos iniciar uma reforma, sempre tem algum detalhe que precisa de uma atenção a mais do que outros, claro que, em determinadas situações, você vai querer fazer uma reforma completa, mas talvez seja interessante analisar o que é mais importante primeiro. 

Defina quais são as suas prioridades, talvez a fiação esteja danificada e você esteja gastando muito com a locação de gerador de energia e precise de uma manutenção na parte elétrica. 

Ou os azulejos estão estufados e precisam ser trocados, enfim, veja quais são suas prioridades e qual a sua emergência, análise e priorize o que deve ser feito primeiro. 

Estabeleça um limite de gastos

É preciso definir um limite para a sua reforma, para isso, avalie o quanto de dinheiro você está disposto a investir na sua casa, e o quanto você pode gastar sem que isso te prejudique ou te deixe endividado. 

Estabelecer um limite é crucial para você saber o que pode ou não fazer e entender melhor qual o seu teto e a sua realidade de acordo com suas prioridades. 

Veja o que você pode fazer sozinho

Existem certas manutenções e reformas que você pode fazer de forma solo, sem precisar contratar mão de obra, pintura na parede, troca de chuveiros e pias, uma manutenção na parte elétrica, são alguns exemplos do que podem ser feitos pelo próprio proprietário. 

Porém, é sempre importante reconhecer os seus limites e só fazer o que você realmente tem experiência e sabe. Fazer sozinho te ajuda a economizar um dinheiro de forma simples e prática. 

Pesquise recursos e compre materiais de qualidade

A pesquisa é uma parte crucial para quem deseja economizar, muitos materiais são considerados caros, sendo assim, é sempre bom olhar bem antes de sair comprando, veja em lojas diferentes, pesquise pela internet e faça uma varredura completa. 

Além da pesquisa, é importante priorizar a compra de produtos de qualidade, por mais que você gaste um pouco de dinheiro extra, você garante rentabilidade e durabilidade, fazendo com que você não se preocupe em fazer uma nova reforma tão cedo. 

Crie um cronograma de reforma e seja paciente

Montar um cronograma é ideal para que você consiga saber o quanto você vai gastar em um determinado período, e ter um planejamento organizado e claro, sempre respeitando as suas limitações já estipuladas. 

É preciso criar essa ordem com calma, sendo paciente e sem pressa, quanto mais tranquilo você for, e mais paciência você tiver, melhor será o desenvolvimento de suas obras, melhor fazer pequenas reformas aos poucos sem cometer loucuras, do que escolher uma grande reforma onde você vai ter que vender o dobro de suas etiquetas adesivas para pagar. 

Não se esqueça dos imprevistos

A prevenção também faz parte de uma obra econômica, é preciso que você calcule cada mínimo detalhe, inclusive, qualquer imprevisto que você possa vir a ter durante a sua reforma. 

Separe um dinheiro extra caso quebre algum material ou descubra um novo empecilho, ter uma grana extra é muito melhor do que ter que se desdobrar para lidar com possíveis imprevistos que são comuns durante uma reforma. 

O que achou sobre o texto de hoje? Acredita que agora você consegue reformar sua casa sem gastar muito? Comente abaixo qual a sua opinião e não se esqueça de compartilhar com seus amigos caso tenha gostado, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.