3 Dicas para elaborar uma gestão de crise

3 Dicas para elaborar uma gestão de crise

Independente se a sua empresa está em primeiro lugar no mercado ou não, todos passam por uma situação de crise, seja um problema interno ou algo mundial como a pandemia. E é por isso que a gestão de crise é algo importante para a sua empresa.

A gestão de crise não apenas cuida de situações de perigo elevado, também podem cuidar de problemas cotidianos e criando estratégias para os funcionários, e assim, a empresa como um todo seguir.

Seja a sua empresa voltada para descarte de resíduos ou então uma empresa voltada para o mundo pet, ter uma gestão de crise é algo fundamental para a sobrevivência da sua companhia.

E para isso, daremos algumas dicas de como elaborar uma gestão de crise que pode ser útil em pequenas situações, como então, para problemas logísticos, catástrofes, entre outros.  E lembre-se que ignorar um problema nunca será uma decisão inteligente.

  1. Não esqueça de alinhar uma boa comunicação com a sua equipe

É vital que os gestores estejam conectados com seus integrantes para assim, divulgar informações relevantes para os trabalhadores do local. Se uma empresa realiza um serviço ligado a envasadora de líquidos e, por algum motivo, ocorrer um lockdown, os gestores precisam avisar os trabalhadores.

Uma anotação a se fazer aqui, é investir em treinamentos para a sua equipe. Às vezes, acidentes podem acontecer que poderão prejudicar a imagem do seu negócio e por isso, é necessário saber como responder a mídia.

  1. Crie um manual de crise

Uma vez que a sua equipe saiba como lidar com a mídia, agora, é hora de criar um manual de crise, que nada mais é do que planos para as diversas situações que possam ocorrer com a empresa.

Por exemplo, uma loja de sapato de segurança, está agora com uma imagem positiva, mesmo se houver algum problema interno, porque todos seguiram o manual. O produto não está sendo “manchado” nas redes sociais ou pelos clientes.

Nesse caso, a ideia é desviar a atenção dos consumidores de fatos negativos que a empresa pode ter cometido, como por exemplo, ser responsável por um crime, do produto em si.

Tornando assim o item ou serviço, em questão, inocentes. Dessa maneira as pessoas poderão comprar o que for ofertado com mais tranquilidade. Podemos criar aqui algumas empresas que tiveram momentos de crise, e quase foram à falência, mas graças a uma boa gestão de crise conseguiram dar a volta por cima.

• Apple que após demitir o seu fundador Steve Jobs teve uma queda considerável nas vendas. Só consegui voltar ao topo ao chamar o fundador novamente e aceitaram as suas sugestões.

• Marvel que nos anos 90 quase faliu pois ninguém estava comprando os seus quadrinhos e para contornar isso criou a MCU e agora a história é outra;

• Starbucks onde a empresa colocou mais franquia em cada ponto do mundo fazendo com que a marca perdesse a força. A solução foi treinar mais os funcionários e só depois voltaram a abrir as portas.

  1. Mantenha um diálogo com o seu público

Um estabelecimento comercial tem como palco um cliente que se machucou seriamente com um dos seus serviços. E a companhia se recusa a falar sobre o assunto. 

Isso cria, para os consumidores, um sinal de que esse local não se importa com a segurança deles e não tem a infraestrutura ideal.Logo, os clientes não vão querer fazer qualquer negócio com esse local.

Converse e entenda como isso poderia ter sido evitado. Criando essa comunicação todos irão acreditar que esse local se importa com as pessoas, e poderá ter uma visão mais favorável com os consumidores.

E com isso terminamos as nossas dicas sobre gestão de crise. Cada uma dessas dicas pode modificar radicalmente a imagem da sua empresa internamente ou externamente de uma forma positiva.

Bahia Decoração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =