Deck de madeira: 6 dicas para comprar o seu

Deck de madeira: 6 dicas para comprar o seu

O deck de madeira é um elemento que valoriza qualquer tipo de ambiente, trazendo aconchego e um toque natural aos apartamentos, casas e áreas externas. Inclusive, imóveis que já possuem deck são mais valorizados e disputados por pessoas que estão à procura de novos lugares para morar na imobiliária.

Contudo, é possível também realizar a instalação após a compra da propriedade, mas para isso, é fundamental ter um bom planejamento e conhecer um pouco sobre o assunto antes de fechar o negócio. Sendo assim, se você está pensando em comprar um deck de madeira para sua casa ou apartamento, continue acompanhando o post de hoje e veja dicas importantes e veja como aplicá-lo na decoração de sua casa.

Tenha um bom planejamento

O primeiro passo, antes mesmo de adquirir a madeira e conversar com a empresa, é criar o seu planejamento. Para isso, analise o local em que pretende instalar o deck, tire as medidas para informar ao profissional e considere o orçamento disponível. Isso porque, o deck de madeira exige um investimento relativamente alto e precisa ser bem pensado para evitar problemas financeiros. Ainda que seja um item que valorize o imóvel, é importante ter em mente qual é o orçamento disponível para a instalação e compra da madeira.

Analise o material

Ainda que existam outros materiais disponíveis no mercado para a construção do deck, a madeira continua sendo a queridinha e mais utilizada, visto que o custo é mais baixo, além de ser fácil de cuidar. Além disso, é necessário considerar outros materiais que serão utilizados, pois as ferragens, por exemplo, devem ser protegidas da oxidação.

As madeiras mais utilizadas nos decks são cumaru e ipê. A primeira é uma madeira nativa e com certificado do IBAMA, possuindo tratamento antiderrapante, que oferece maior segurança. Além disso, é uma madeira muito resistente, suportando não apenas grandes pesos, mas também as intempéries. Já o ipê também possui alta resistência, principalmente aos parasitas e umidade, sendo uma madeira muito densa. Inclusive, é muito comparada com o aço, sendo indicada para áreas externas e com grande circulação de pessoas.

Priorize a durabilidade

A durabilidade do deck precisa ser pensada desde o início. Obviamente, a instalação correta e manutenção adequada são fundamentais para garantir sua longevidade. Contudo, na hora de escolher o material e madeira, é primordial considerar esse ponto. Como falamos, isso vale tanto para a madeira quanto para as peças que farão parte do deck, como ferragens.

Nesse sentido, é melhor investir um pouco mais no início e garantir um deck durável, do que tentar economizar e precisar fazer a troca em um curto período de tempo.

Conheça os tipos

Existem dois tipos principais de deck de madeira, o modular e o tradicional. No deck modular de madeira é possível escolher entre duas opções, sendo que uma delas possui uma base feita com estrutura de borracha com encaixe macho-fêmea, enquanto a outra é um mini deck, ou seja, uma peça pré-pronta formada por painéis ou réguas de madeira.  Independente se escolher com a estrutura de borracha ou o minideck, a instalação é bem simples, não exigindo a contratação de profissional.

Por outro lado, o deck de madeira tradicional é formado por réguas desse material, ou seja, por peças únicas e separadas. A instalação desse modelo é mais trabalhosa e exige um profissional especializado, assim como o uso de madeiras nobres. Contudo, para quem quer maior sofisticação essa é a melhor pedida.

Analise a instalação

Como explicamos acima, existem dois tipos principais de deck de madeira e quando falamos do modelo tradicional, é possível escolher entre a instalação pregada ou parafusada. Aqui, é necessário ouvir a opinião do especialista, sendo importante também considerar o acabamento da madeira, que deverá ser lixada e envernizada. A boa notícia é que eles podem ser instalados em vários tipos de altura, mas a fundação precisa seguir um padrão, dependendo da altura desejada. Justamente por isso, é primordial contar com a ajuda de uma empresa especializada e conhecida no ramo.

Pense na manutenção do deck de madeira

Por fim, mas não menos importante, ainda que a instalação seja um dos itens mais importantes, a manutenção da peça também merece atenção especial. Isso porque, a madeira é um elemento vivo e que se altera com o passar do tempo. Sendo assim, é necessário passar um verniz, raspando a madeira e aplicando o produto novamente, a cada ano a partir da instalação. Mas, se optar pelo stain, o processo de lixamento é desnecessário.

Então, com as dicas do post de hoje você já tem as principais informações para adquirir seu deck de madeira. Contudo, ainda assim, é muito importante ouvir a opinião de especialistas no assunto, pois dessa forma você garante uma escolha adequada e certeira para atender às suas necessidades, preferências e também orçamento. Além disso, opte por empresas conhecidas no mercado para realizar a instalação, a fim de evitar problemas e dores de cabeça desnecessárias.

Marcos K

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − nove =